Horta em casa: Tudo o que você precisa saber!

horta em casa

Horta em Casa: Dicas e Truques

Ter uma horta em casa é maravilhoso, além de ajudar a acabar com o estresse, deixar a casa mais cheirosa e, além disso, nos estimular a comer mais vegetais e hortaliças livres de agrotóxicos, agregando muito à nossa saúde.

Horta em casa não é exclusividade de quem mora em casas grandes, com um pequeno espaço já dá para começar a plantar seus próprios vegetais, hortaliças e temperos e economizar um pouco ao fim do mês.

Faça sua Horta em Casa:

Horta em casa: Onde plantar?

Não ter quintal ou muito espaço no apartamento não é motivo para não ter uma horta em casa, desde que tenha um pequeno espaço, é possível ter uma horta em casa, basta escolher um lugar que bata um pouco de Sol durante o dia e ser feliz.

Para escolher onde fazer a sua horta, pense no espaço que tem disponível e considere o que desejar plantar e veja o melhor modelo que se adeque a casa:

  • Direto na terra: Perfeito para quem quintal espaçoso, nesse modelo tradicional as sementes ou mudas são plantadas direto na terra. Se o espaço for grande dá para plantar de tudo!
  • Vasos: Essa opção é uma alternativa prática, seja morando em casa ou apartamento, grande ou pequeno, com muitas opções de tamanhos, materiais, formatos e cores dá até para mesclar com sua decoração.
  • Embalagens recicladas: Uma ótima saída para é reciclar alguns materiais que descartamos no dia a dia, como: garrafas pet, latas de refrigerante ou alimentos, caixas de leite, potes de vidro. É uma saída barata, rápida e sustentável. O meio ambiente agradece.
  • Floreiras: Para hortas compactas em espaço pequenos temos as floreiras que oferecem um bom espaço e são ótimas.
  • Caixas de madeira: Alternativa para espaços um pouco maiores, pode se fazer uma horta em casa com caixotes de madeira e paletes, um custo benefício barato e fácil de fazer se você quer economizar um pouco.
  • Horta vertical: Para quem mora em apartamento as hostas verticais são as ideais, aproveitando espaços próximos as paredes e podem ser plantadas em diversas formas como vasos, embalagens recicladas, estruturas de madeira e até mesmo sapateiras.

Importante: Instale sua horta em casa no ambiente que mais bate Sol, ok?

Horta em casa: O que plantar?

horta em casa

A variedade de hortaliças, verduras e temperos que você pode plantar em casa é astronômica, mas para chegar as melhores opções tem que levar em consideração além do gosto pessoal o espaço que tem disponível para plantar em casa e os cuidados que cada espécie necessita.

Confira as dicas de como cultivar as principais espécies de plantas ter uma horta em casa:

Abóbora

como escolher legumes

Como plantar: plante as sementes em solo rico em matéria orgânica. Caso opte por não plantar diretamente no local definitivo, faça o transplante quando os ramos tiverem três folhas.

Quando plantar: crescem melhor em climas quentes, portanto prefira plantar quando o inverno já tiver acabado, especialmente no início da primavera.

Cuidados e quando colher: mantenha o solo úmido, com irrigações frequentes. A colheita acontece cerca de quatro meses após o plantio.

Abobrinha

Como plantar: plante as sementes de abobrinha no local definitivo ou transplante quando o pé tiver pelo menos três folhas. A abobrinha pode ser plantada em vasos, mas se desenvolve melhor em canteiros.

Quando plantar: em épocas quentes, que são mais adequadas para o crescimento da planta. Não plante em temperaturas menores que 15º C.

Cuidados e quando colher: os frutos devem ser colhidos quando bem desenvolvidos, mas sem estarem completamente maduros. Após o plantio, o tempo é de 45 a 80 dias até a colheita.

Agrião

Como plantar: o agrião não exige muito espaço e pode ser plantado em sementes, no seu local definitivo.

Quando plantar: outono ou primavera, quando o clima está mais ameno.

Cuidados e quando colher: é bastante sensível a secas, por isso mantenha sempre o solo úmido. As folhas podem começar a ser colhidas entre 60 e 80 dias após o plantio.

Alecrim

Como plantar: o alecrim pode ser plantado por sementes ou mudas. No caso das mudas, o transplante para lugar definitivo deve ser feito apenas quando o ramo atingir entre 15 e 20 cm.

Quando plantar: plantas jovens não devem ficar expostas a temperaturas muito baixas, então prefira realizar o plantio em épocas mais quentes, como primavera ou verão.

Cuidados e quando colher: resistente a secas, as regas devem ser mais frequentes na planta jovem e podem ficar mais espaçadas na planta desenvolvida. A colheita pode ser feita a partir do terceiro mês após o plantio, sem retirar mais da metade dos ramos de uma só vez para não prejudicar o crescimento.

Alface

Como plantar: a alface pode ser plantada em sementes diretamente no local definitivo ou transplantada posteriormente – nesse caso, o ideal é fazer a mudança quando a planta já tiver de quatro a seis folhas, com o solo bastante irrigado.

Quando plantar: estações de clima ameno, como primavera e outono, são as mais indicadas para o plantio. Altas temperaturas podem impedir o desenvolvimento das sementes.

Cuidados e quando colher: a melhor maneira de colher é cortando a planta pela base, deixando cerca de 2,5 cm de caule acima do solo para que as folhas possam voltar a brotar. A planta pode ser colhida entre 55 e 130 dias após o plantio.

Batata

como escolher legumes

Como plantar: separe um batata saudável e deixe em local iluminado até que nasçam os brotos; a batata pode ser plantada no solo quando os brotos atingirem cerca de 2 cm. Caso plante em sementes em uma sementeira, transplante para o local definitivo quando a planta tiver pelo menos quatro folhas.

Quando plantar: cresce melhor em clima ameno e não desenvolve tubérculos em temperaturas muito altas. Plante no início da primavera ou, em regiões muito quentes, no início do outono.

Cuidados e quando colher: não regue nas duas semanas que antecederem a colheita. Colha quando as plantas estiverem amareladas, o que acontece de 14 a 16 semanas após o plantio.

Beterraba

Como plantar: plante em solo leve e livre de detritos, em mudas ou sementes. Pode ser plantada em local definitivo ou transplantada, cuidadosamente, quando a planta atinge 5 cm de altura.

Quando plantar: a beterraba não se desenvolve bem em altas temperaturas, mas consegue suportar o frio quando adultas. Prefira, então, plantar em épocas de clima ameno, como o início do outono.

Cuidados e quando colher: não deixe as raízes ficarem expostas, para fora da terra. Dependendo da espécie de beterraba, a colheita pode ser feita de dois a seis meses após o plantio.

Brócolis

Como plantar: o brócolis se dá bem em pequenos espaços, podendo ser plantado em sementes ou mudas já no local definitivo.

Quando plantar: pode ser cultivado durante todo o ano, mas se desenvolve melhor em clima ameno.

Cuidados e quando colher: essa é uma planta exigente em nutrientes, é preciso manter o solo rico em matéria orgânica com adubagens frequentes. A colheita pode ser feita entre 60 e 110 dias após o plantio, dependendo da espécie.

Cebolinha

Como plantar: pode ser plantada em sementes ou mudas. Caso as sementes não sejam plantadas diretamente no local definitivo, o transplante pode ser realizado depois de 30 a 40 dias.

Quando plantar: durante todo o ano, dando preferência às épocas de clima ameno.

Cuidados e quando colher: solo irrigado e adubado, com abundância de nutrientes. A colheita pode ser feita de dois meses e meio a quatro meses após o plantio. Colha as folhas inteiras, retirando-as pela base e nunca pela metade.

Couve

horta em casa

Como plantar: em sementes ou mudas. Quanto maior o espaço disponível, maior será o desenvolvimento da planta. Caso opte por plantar em vasos, a recomendação é de que ele tenha pelo menos 25 cm de diâmetro.

Quando plantar: a couve pode ser plantada durante todo o ano, mas se adapta melhor a épocas de clima ameno ou frio. No verão, a tendência é que o crescimento seja reduzido.

Cuidados e quando colher: o solo deve ser mantido bem adubado e irrigado. Cortar a ponta do caule principal é uma medida que estimula o crescimento de brotos laterais. A colheita pode ser feita entre 10 e 16 semanas depois do plantio, deixando no pé algumas das folhas mais jovens para não barrar o desenvolvimento.

Espinafre

Como plantar: o espinafre se adapta bem a pequenos espaços e pode ser plantado diretamente no local definitivo, em sementes.

Quando plantar: se desenvolve melhor em clima ameno. Para regiões muito quentes, a melhor época para o plantio é durante o outono.

Cuidados e quando colher: irrigação frequente é o principal cuidado com a planta, que é de trato simples. A colheita pode ser feita de 40 a 100 dias após o plantio. Se for colher apenas algumas folhas, retire sempre as mais externas. Caso vá colher a planta inteira, corte pela base deixando cerca de 2,5 cm de caule acima do solo para o rebrotamento.

Hortelã

Como plantar: a hortelã pode ser plantada por mudas ou sementes, conforme a espécie. É aconselhado fazer o plantio em um local sem ação de ventos fortes, uma vez que estes podem prejudicar o crescimento da planta.

Quando plantar: embora a planta seja resistente a mudanças de clima, o ideal é plantar durante a primavera ou outono, quando as temperaturas são mais amenas.

Cuidados e quando colher: é preciso manter o solo adubado e irrigado, além de controlar o crescimento de ervas daninhas. A colheita pode ser feita a qualquer momento, tanto pela haste quanto apenas de algumas folhas. Ao colher pela haste, corte-a acima do primeiro par de folhas.

Manjericão

Como plantar: pode ser plantado em sementes já nos lugares definitivos ou para ser transplantado com cerca de 10 a 15 cm. Mudas podem ser feitas a partir de ramos de plantas adultas; neste caso, o comprimento deve ser de em média 15 cm e o ramo deve ser mergulhado em água até que as raízes se formem.

Quando plantar: o manjericão não tolera baixas temperaturas. O ideal é plantá-lo em épocas quentes, com temperaturas acima de 18º C.

Cuidados e quando colher: as folhas podem ser colhidas após dois ou três meses do plantio. A irrigação deve ser constante, mantendo o solo sempre com umidade média.

Morango

Como plantar: pode ser plantado em vasos e outros recipientes facilmente por não possuir raízes profundas. É mais comum o plantio de mudas, mas também pode ser plantado em sementes.

Quando plantar: prefira dias frescos e nublados para realizar o plantio, especialmente na época que compreende o fim do verão até o fim do outono. O morango desenvolve melhor os frutos quando as temperaturas não são muito elevadas.

Cuidados e quando colher: para produzir mais frutos, corte os estolhos assim que eles surgirem. Colha quando os frutos estiverem maduros, o que ocorre de 60 a 80 dias após o plantio.

Pepino

horta em casa

Como plantar: o ideal é que as sementes sejam plantadas no local definitivo. Caso o plantio seja feito em vasos ou outros recipientes, indica-se que eles tenham pelo menos 30 cm de diâmetro e profundidade.

Quando plantar: o pepino se desenvolve melhor em altas temperaturas, então prefira realizar o plantio após o final do inverno.

Cuidados e quando colher: mantenha a planta longe do vento. Os frutos devem ser colhidos quando bem desenvolvidos, mas antes do amadurecimento completo, o que acontece de 30 a 70 dias após o plantio.

Rabanete

Como plantar: plante as sementes de rabanete em solo leve e livre de detritos no local definitivo. Lembre-se de selecionar um recipiente com profundidade adequada ao tamanho das raízes da espécie semeada.

Quando plantar: especialmente em épocas de clima ameno, mas existem espécies resistentes a outras condições climáticas.

Cuidados e quando colher: não deixe o solo secar completamente, faça regas frequentes. A colheita acontece após 25 a 80 dias do plantio, conforme a espécie.

Repolho

Como plantar: o repolho é plantado em sementes no local definitivo ou transplantado com cerca de 10 cm de altura. Quanto maior o espaço disponível, maiores serão as cabeças produzidas.

Quando plantar: pode ser plantado durante todo o ano, uma vez que há variedades que se desenvolvem melhor no verão ou no inverno.

Cuidados e quando colher: deve ser irrigado com frequência e exige luz direta. A colheita pode ser feita quando as cabeças estiverem bem formadas e firmes, o que acontece de dois a quatro meses após o plantio.

Salsinha

Como plantar: as sementes podem ser plantadas em recipientes com profundidade de, pelo menos, 30 cm, para favorecer o desenvolvimento das raízes. Para agilizar a germinação, uma dica é deixar as sementes de molho em água por um dia antes de plantá-las.

Quando plantar: a salsa pode ser plantada em qualquer época do ano, de preferência aproveitando dias em que não faça calor ou frio excessivo.

Cuidados e quando colher: mantenha o solo sempre bem irrigado e planeje adubações frequentes. A colheita pode ser feita, em média, de dois a três meses após o plantio. As folhas devem ser colhidas inteiras.

 Tomatinho cereja

Como plantar: plantado em sementes. Caso opte por fazer o transplante, faça isso quando as plantas atingirem aproximadamente 10 cm de altura.

Quando plantar: a melhor época para o plantio do tomatinho cereja é no início da primavera.

Cuidados e quando colher: a colheita pode ser feita entre 60 e 70 dias após o plantio, quando os frutos estiverem maduros. Caso o peso dos frutos comece a envergar o caule, ate uma estaca para sustentar a planta.

Horta em casa: Como cultivar?

Para que sua horta em casa dê certo é preciso saber algumas coisas:

Iluminação

horta em casa

Mesmo espaço menores podem render ótimas hortas em casa mas para que as plantas se desenvolvam com saúde tem que pensar na iluminação do local.

Para hortaliças é preciso pelo menos 5 horas de luz do Sol direta por dia, por isso é essencial escolher um canto na sua casa que seja bem iluminado e arejado, já que a luz do Sol é indispensável para a vida das plantas. Importante: Não conte com a ajuda da iluminação artificial, ok?

Durante o ano a luz do Sol muda conforme as estações passam, então verifique se isso acontece no ambiente que escolheu e fique ligado para mudar a horta de lugar caso necessário.

Irrigação

horta em casa

Fundamental para a vida da sua horta em casa, a irrigação faz toda a diferença no desenvolvimento das plantas, por isso é preciso tomar cuidado com o excesso de água, que pode causar o apodrecimento das raízes das plantas. O ideal é escolher vasos com furos no fundo, que evita o acúmulo demasiado de água, mas mesmo assim coloque uma quantidade moderada de água.

Deve-se irrigar os vasinhos sem deixar escorrer água embaixo. A água em excesso causa a lixiviação do solo, explicando melhor: Lava o solo, levando todos os nutrientes essenciais para a vida das plantas embora.

Qual a quantidade ideal de água, afinal? Depende muito das espécies plantadas e do local da sua horta, os vasos, por exemplo, tendem a secar mais rápido que em canteiros.

A frequência varia muito de planta, clima, local, mas o mais assertivo são regas diárias ou a cada dois dias. De preferência, no início da manhã ou fim da tarde quando não há incidência de sol sobre a horta, já que isso pode ajudar a queimar a folhagem.

Preparação do solo

horta em casa

Ponto importante a aprender é a preparação do solo, é preciso garantir que o solo da horta seja rico em nutrientes e matéria orgânica, assim as plantas cresçem com saúde e sua horta em casa terá uma grande qualidade.

No mercado já existem terras preparadas, vendidas em lojas especializadas, na feira ou até mesmo lojas de 1,99.

Se você quer preparar a terra você mesmo, fique ligado na dica:

Preparar a terra 1:

  • 50 litros de terra
  • 100 gramas de cal hidratada
  • Adubo orgânico [17 litros de esterco de galinha
  • Adubo Químico [200 gramas de NPK 4-14-8]

Preparar a terra 2:

  • 1/3 de terra preta
  • 1/3 de vermiculita
  • 1/3 de matéria orgânica [esterco, húmus e etc]

Adubação

horta em casa

Para ajudar sua horta em casa é preciso se preocupar com a adubação do solo, que vai ajudar suas plantas a ter saúde e se desenvolverem muito mais:

As mais exigentes com a nutrição são as hortaliças, por isso, além do solo previamente preparado, depois que as plantinhas estiverem crescendo é necessário fazer adubações complementares a cada 15 dias. Além disso é após cada colheita o solo seja adubado antes de receber novas plantas.

Os adubos podem ser feitos de compostos orgânicos como: esterco, húmus de minhoca, sulfato de amônio ou adubos químicos. Importante: Quanto maior a variedade de adubos orgânicos utilizados, melhor para a saúde das plantas, e da sua, claro!

Colheita

horta em casa

Cada planta tem seu momento certo de colheita. Isso pode sofrer influência pela época do ano e estações, qualidade do solo, nutrientes, irrigação e mais um monte de outros fatores. Por isso é importante ver nos pacotes de sementes a previsão da colheita, mas isso não é fator determinante em uma horta em casa.

O que é importante salientar é que a planta não precisa estar em seu estágio máximo para colher e isso pode proporcionar algumas vantagens em sua horta em casa como: incentivo para que a planta cresça mais e a liberação de espaço para o desenvolvimento das plantas vizinhas, além de maior rapidez o consumo.

Controle de Pragas

horta em casa

Ninguém está livre de algumas pragas na horta em casa. É importante ficar ligado na saúde da sua horta caseira, porque pode acontecer de uma praga invadir. Veja 5 receitas de inseticidas caseiros:

Inseticida de alho

  • 1 cabeça de alho;
  • cravo da índia;
  • 2 copos de água.

Bata todos os ingredientes no liquidificador até formar uma mistura homogênea e deixe-a descansar por um dia. Depois, adicione à mistura três litros de água e mexa bem. O inseticida pode ser borrifado nas folhas das plantas.

Inseticida de óleo vegetal

  • 5 ml de óleo de algodão ou soja;
  • 0,5 ml de detergente neutro;
  • água.

Em um recipiente com capacidade de 1L misture o óleo vegetal, o detergente e complete com água. Borrife a mistura nas folhas, brotos e frutos. Prefira fazer a aplicação ao final da tarde, quando a temperatura estiver mais amena.

Inseticida de coentro

  • 200g de folhas de coentro;
  • 1L de água.

Bata os ingredientes no liquidificador e borrife o líquido nas folhas das plantas.

Inseticida de pimenta

  • 6 a 10 pimentas;
  • água.

Bata as pimentas no liquidificador com dois copos d’água por dois minutos. Deixe o composto descansar por uma noite e, no dia seguinte, filtre-o e misture com mais um copo d’água. O líquido pode ser borrifado nas folhas.

Inseticida de folhas de nim

  • 250g de folhas de nim;
  • água.

Bata as folhas no liquidificador com dois litros de água e deixe a mistura descansar por 12 horas, em local escuro. Depois, filtre o extrato e acrescente mais 18 litros de água. Aplique nas folhas. O inseticida pode ser conservado por três dias.

Prontinho, com esse tutorial completo para fazer uma horta em casa! Você terá muito mais qualidade de vida, sem falar que economizará muito ao final do mês.

Tem uma horta em casa? Mande-nos uma foto que publicamos aqui também!